14 setembro 2019

Série: As Telefonistas

Resultado de imagem para as telefonistas 1 temporada
Netflix | Divulgação

Oi gente! Nessas férias do meio do ano eu aproveitei para assistir algumas séries, e entre elas foi As Telefonistas ou Las chicas del cable, produzida pela Netflix.
Em 1929, quatro mulheres vêm de diferentes partes da Espanha para trabalhar como “garotas do cabo” (operadoras de telefonia) em uma empresa em Madri que vai revolucionar o mundo das telecomunicações. No único lugar que representa progresso e modernidade para as mulheres da época, elas aprendem a lidar com inveja e traição, enquanto embarcam em uma jornada em busca do sucesso. 
O feminismo é um assunto que está sendo abordado em várias produções da Netflix e, com As Telefonistas não é diferente. Na minha opinião, é inclusive a que mais acertou até agora em abordar o tema, por frisar com excelência na luta de causa.

A série é ambiente no século XX, por volta dos anos 1920. Nessa época, as mulheres estão buscando cada vez mais sua liberdade e espaço. Uma época também em que eram submissas aos seus maridos, pais, etc. As Telefonistas concentra seu enredo em quatro personagens: Alba (Lidia), Ángeles, Carlota e Marga. Todas com histórias diferentes que são exploradas ao longo das quatro temporadas, atualmente. Além de trazer outros assuntos, como a diversidade. 

Resultado de imagem para as telefonistas netflix

Eu gostei muito da série, principalmente por causa de sua agilidade. Não fica com aquela enrolação desnecessária. Os episódios se desenvolvem, são rápidos, atraentes, instiga você a saber o que irá acontecer no próximo episódio. Série boa é série assim. Estou ansiosa para saber o que irá vir na 5ª temporada, uma vez que o final da quarta foi de partir o coração.


E aí, vocês já assistiram As Telefonistas? O que acharam? Beijos!

06 setembro 2019

Me Poupe! 10 passos para nunca mais faltar dinheiro


Oi gente! Como estão? Espero que bem. Hoje trago a resenha do livro Me Poupe! 10 passos para nunca mais faltar dinheiro no seu bolso. Um título bem chamativo não é mesmo? Foi um dos fatores que levou eu e minha mãe a adquirir o livro da Nathalia Arcuri (criadora do maior canal de finanças do Youtube).
Nunca tinha lido um livro que falasse bastante sobre finanças, investimentos, economias. E acredito ter começado por um livro excelente, que traz uma linguagem fácil e torna os termos algo mais acessível de entender.

Já andei falando por aqui o quando eu sou cheia de planos e projetos. Anoto tudo e uns levam mais tempo para sair do papel, outros acabam ganhando outro destino, mas no geral, a maior parte dos projetos envolve dinheiro para investi-lo. No livro, a Nathalia aborda 10 passos que você pode começar para ontem para começar a ter dinheiro e fazer com que ele se multiplique.

Ela é bem realista e lança ao longo do livro alguns questionários para você se questionar como está a sua vida financeira. E apresenta algumas formas como você pode melhorar seu dinheiro sem necessariamente cortar todos os gastos. 

O que esse livro me abriu os olhos?
Eu gasto com várias coisas sem necessidade. Por exemplo, na faculdade, vira e mexe estou comprando pão de queijo e café - aliás nomearam esse combo de "combo Luana", porque é sempre (quase) isso que eu compro. Fiz os cálculos de janeiro até o mês de agosto, já foi em torno de R$300,00 só em café e pão de queijo. E se esses trezentos estivesse numa conta de investimento? Será que eu já teria conseguido subir um pouco mais esse valor?

A Nathalia aborda um desses pontos, que é gastar um dinheiro que você poderia estar facilmente economizando. Tanto que, com isso, me lancei o seguinte desafio: parar de comprar o combo Luana e começar a aplicar esse dinheiro. Quando eu de fato colocar isso em caminho, eu trago atualizações.

O livro é ótimo para quem quer aplicar o dinheiro mas não sabe por onde começar. Ou até mesmo quantos % fica para você e quanto vai para o seu investimento. Você aprende alguns termos que sempre ignorou, mas que com certeza agora serão importantes. Para quem quer dar um up na vida financeira, é um ótimo livro para começar, linguagem simples e direta.

Páginas: 176 | Editora: Sextante | Nota: ♥♥♥♥♥
E aí, vocês já leram o Me Poupe ou outro livro sobre finanças? Beijos!

26 agosto 2019

Concentre-se nas metas e não nos obstáculos


Oi gente! Aqui em casa, eu e minha mãe andamos ultimamente lendo livros com esse conteúdo mais "autoajuda". Em aspas, porque não considero esse o foco, mas não encontrei outro adjetivo. O último que eu li, Os segredos da mente milionária, fala sobre vários assuntos que dariam um post, mas eu resolvi dar uma atenção em especial a esse tópico do título: concentre-se nas metas e não nos obstáculos.

É um assunto que de vez em quando aparece aqui, principalmente sobre metas e alcançá-las. Nesse livro, em específico, T. Harv Eker aborda como a mente pobre se concentra nos obstáculos, atraindo dessa forma, coisas negativas. E por contrário, a mente rica foca nas metas e não torna o problema uma grande coisa ou impossível de solucioná-lo.

E eu fiquei pensando o quando a gente faz isso. É muito mais fácil abandonar o que queremos com a desculpa de que "não era a hora de acontecer" ou "eu tentei, mas parece que o universo conspira contra mim". Essas e outras fases são normalmente ditas por pessoas de mentes pobres em que o primeiro passo delas ao surgir um problema, é fugir.

O autor aborda que um dos passos para termos uma mente milionária e logo, isso acontecer financeiramente, é começarmos a enxergar os problemas como pequenos e solucionáveis. E PARAR de vê-los como obstáculos. Veja como uma META a ser cumprida

Feitas as contas, se você se torna um mestre em lidar com problemas e na superação de qualquer obstáculo, o que pode impedi-lo de alcançar o sucesso? A resposta é: nada. E, se nada pode detê-lo, você não para nunca (p. 105).
E aí, vocês concentram-se nas metas ou nos obstáculos?

18 agosto 2019

3 de 8: estou quase na metade do curso

 Créditos: Pixabay

Oi gente! Como venho compartilhando com vocês os meus semestres, primeiro e segundo, hoje eu vou falar um pouco sobre o terceiro semestre e quase metade do curso. Jornalismo, na minha faculdade são oito semestres e ainda no final de 2019, estarei de fato na metade do curso, mas por enquanto, estou quase lá.

O que eu fiz nesse semestre?

O terceiro semestre foi longo. Eu produzi muita matéria e senti na pele um pouco o que é ser jornalista e ter que lidar com fontes. Nesse semestre, eu viajei para Foz do Iguaçu para conhecer uma das maravilhas, as Cataratas, e foi muito legal e com certeza inesquecível. Assim como as coisas boas aconteceram, teve momentos difíceis no semestre também, e falo no geral, desde aulas sem sentidos, desde saúde mental, então, estou feliz que esse semestre tão longo acabou.

O que vem no quarto semestre

Se eu achei longo e um pouco mais difícil o terceiro semestre já estou com a mente preparada para o que virá nesse quarto. Se eu pratiquei e senti na pele o que é ser jornalista, ou quase lá, nesse semestre que se iniciará eu vou sentir muito mais. Com a entrada de outras disciplinas na prática, como telejornalismo, por exemplo, terei muito mais trabalhos, e com isso, correr atrás de fontes, e etc, etc.

Mas eu tive um longo período de pausa, devido a uma greve que tivemos, e com isso eu consegui descansar a mente e me preparar para mais um fase e concluí-la com êxito. Pode vir com tudo quarto semestre que eu estou preparada! Hahahah

E é isso aí, no fim do ano eu trago o que eu achei do quarto semestre e é muito legal compartilhar aqui, ainda mais por guardar essas memórias e palavras para relê-las depois. Um abraço, tchau!

30 julho 2019

Viagem: Tirando o passaporte

Reprodução: arquivo pessoal

Oi gente! Esse post é uma utilidade pública para aqueles que estão com os planos de tirar passaporte e encontram-se perdidos. Assim como eu encontrei em vários blogs dicas sobre um dos maiores passos para viajar, quero compartilhar aqui também como foi a experiência deu ter tirado o passaporte. Programei nesse post um especial passo a passo para tirar o passaporte.

Nesse link, você encontra corretamente todas as informações sobre os documentos necessários e também, os de menores de idade e outras situações que você possa acabar tendo alguma dúvida.

No site da Polícia Federal, nesse link, você encontra também cada link para redirecioná-lo sobre os passo a passo que mencionarei aqui. Ok? Caso tenha dúvida, só entrar no site da PF que as informações estarão bem completas. Vamos lá:

1- Confira todos os documentos necessários, entre os principais: RG, CPF, comprovante da última eleição e estar em regularidade com o serviço militar (se homem). Os documentos são importantes, por isso, é aconselhável que esse tipo de informação você obtenha do próprio site da Polícia Federal

2- Preencher o formulário online de emissão do passaporte. Depois de conferir todos os documentos certinho, você entra nesse link para preencher corretamente todas as suas informações. Entre elas, data de nascimento, nome de pai e mãe, sexo, e qual a situação do passaporte, se é a primeira vez, se é renovação, etc. É nesse passo que mais precisará dos documentos, porque a partir daqui que será salvo seus dados para gerar o protocolo.

3- Após preencher todos os campos e confirmar, será emitido o GRU - Guia de Recolhimento da União. Uma taxa para poder dar continuidade na retirada do seu passaporte. O valor costuma ser de R$ 257,25 (de acordo com o site da PF). O pagamento pode ser feito em qualquer banco ou agência lotérica. É importante pagar o GRU respeitando sua data de vencimento para que tudo se encaminhe corretamente.

4- Após o pagamento, a compensação levará em torno de 1 a 3 dias úteis. Assim que confirmado, agende seu atendimento presencial em um dos postos de emissão que serão apresentados no final do agendamento. Para mais informações sobre essa etapa, clique aqui.

5- Compareça ao posto de atendimento no dia agendado com pelo menos 15 minutos de antecedência. Leve todos os documentos originais que você separou (apesar de não terem pedido, pois os dados já haviam sido encaminhados através do formulário, é sempre bom pecar pelo excesso, certo?). De acordo com a PF, neste dia serão conferidos os dados preenchidos no formulário, coletadas as impressões digitais e obrigatoriamente, uma fotografia facial.

6- Após todo esse processo, o passaporte leva em torno de seis dias úteis (de acordo com o site da PF) para ficar pronto. É possível consultar o andamento da situação nesse link. Assim que estiver pronto, compareça ao posto de atendimento para retirar seu passaporte. Leve um documento original, pois o passaporte será entregue somente ao titular. Após preencher seu nome no passaporte, você sai com eles em mão e prontos para viajar!

Esse é todo o processo para emitir o passaporte. Se você é maior de 18 anos, o passaporte tem validade de 10 anos.

E aí, alguém ainda não tem o passaporte? Pretende tirá-lo? Espero ter ajudado! Beijos!